domingo, 1 de abril de 2007

Ídolos ou Ídalos?

Nesta última quarta-feira estreou no SBT a segunda temporada do Programa Ídolos, versão tupiniquim do famoso American Idol, que por sua vez é uma adaptação do programa inglês Pop Idol. Nem vou lembrar do velho guerreiro!

A intenção é revelar um ídolo Pop para a música brasileira, porém não foi bem sucedida, pois o vencedor da primeira temporada, Leandro Lopes, mais conhecido pelo apelido de Pica-Pau não emplacou nenhum sucesso.

Portanto, o programa faz mais sucesso do que o “produto final”, estranho não?!
No início da seleção os candidatos que se apresentam são no mínimo hilários, pois são poucos que sabem cantar. Então entram em cena os jurados, cada um, com seu jeito ímpar em ridicularizar os calouros.

Arnaldo Saccomani, que é instrumentista, compositor e produtor, é o mais mal-humorado, sempre reclama de ter que ouvir cantores de chuveiro, ele tem um estilo de escolher o candidato pelo perfil comercial. Nesta segunda edição, um candidato metaleiro, que foi esculachado por ele lançou a seguinte campanha: “morte ao Saccomani”

Carlos Eduardo, o Miranda, jornalista, crítico musical, produtor, tem o seu próprio bordão: “pô véio você não canta nada”, apesar do bom humor ele não perde a oportunidade de zoar um candidato.

Thomas Roth, jornalista e produtor musical, com o seu estilo boy, é o jurado que mais transparece suas preferências, de vez em quando, suas opiniões entram em conflito com as de Saccomani.

Cynthia Zamorano, a Cyz, é cantora, compositora e produtora, ela é a mais simpática dos jurados, sempre tenta amenizar uma eliminação.

Nos primeiros episódios, a seleção foi na terra dos manézinhos, lá os jurados se depararam com muitas figuras, uma delas se destacou: Júnior Artista. Ele já se dizia famoso, e com música própria aproveitou a fila para cantar aos outros candidatos, que decoraram rapidamente o refrão: “Agora o meu adeus [smack] Tchau, aha/ Não vai ficar comigo/ Eu sou seu castigo/ Quis me enganar/ Mas se iludiu”.

E é por essas e outras que, a galera do Pânico não perdeu a oportunidade de satirizar o Ídolos, com o espetacular Ídalos, tão engraçado quanto o original. Com mais candidatos bizarros e piadas impagáveis.

5 comentários:

Silvia Song disse...

Se você for ver...não é só o modelo do programa que é copiado..Até os estilos dos jurados são iguais!
Nhacs!

Besos!

Bianca Hayashi disse...

Hahahaha, o Junior Artista é o melhor, xDD~
E ontem eu vi um cara MUITO parecido com ele na rua... :P

A música gruda...-.-

Vica Prestes disse...

então, eu era o número 35698, mas desafinei e tive uma crise de tossi, então voltei pra faculdade, mas no ídolos 3 eu estarei lá de novo. me aguarde!

Vica Prestes disse...

nota: eu não sou analfabeta, eu sei que tosse é com y... (pra defender minha reputação)

Clara Vanali disse...

hahahaha, que pior neh sasa, o programa faz mais sucesso que o produto...eh igual big brother....